530 Views |  1

Tapeçarias de desperdício mostram a beleza dos oceanos

Numa época em que tanto se fala do desperdício, há cada vez mais pessoas dispostas a utilizar objetos e resíduos descartados, para com eles criar arte.

A artista portuguesa Vanessa Barragão é um desses exemplos: crescer na cidade costeira de Albufeira inspirou-a a criar magníficas tapeçarias, a partir de sobras de têxteis industriais. O desperdício deu lugar a recifes de corais, plantas subaquáticas e animais, servindo agora para um maior propósito.

A artista vive atualmente no norte do país, onde o maior núcleo da indústria têxtil está localizado. Os seus trabalhos, para além da belíssima estética, têm um forte conceito e passam uma mensagem muito importante: a poluição é muito prejudicial em todo o mundo e afeta os diferentes ambientes naturais, sendo o oceano o que absorve 90% da poluição atmosférica. Várias espécies, nas quais estão os corais, correm grande risco de extinção.

É por isso que os seus trabalhos se focam no ambiente marítimo, como forma de alertar não só para a sua beleza mas também para o risco que os oceanos correm nos dias de hoje.

Acompanhem o seu trabalho no site ou na página do instagram.

ocean-tapestry-vanessa-barragao-20ocean-tapestry-vanessa-barragao-18ocean-tapestry-vanessa-barragao-15ocean-tapestry-vanessa-barragao-10ocean-tapestry-vanessa-barragao-7ocean-tapestry-vanessa-barragao-2