1427 Views |  Like

Scapers: a arte de raciocinar e escapar de uma sala

Cada vez mais ouvimos falar em “escape rooms”, o famoso jogo baseado em primeiro lugar num videojogo japonês, que se materializou em salas físicas de fuga. Este projeto, grande tendência nos dias de hoje nos Estados Unidos da América, tem vindo a surgir aos poucos em Portugal e a aceitação tem feito deste jogo um grande sucesso.

São várias as temáticas e os cenários, mas o conceito principal é único: uma sala, vários jogadores a trabalhar em equipa, a tentar resolver pistas, enigmas e vários quebra-cabeças que lhes permitam sair da sala fechada, no espaço de 60 minutos.

A equipa da Magnética aventurou-se a visitar um dos espaços com melhores classificações por parte dos jogadores – o Scapers – localizado no Solplay Hotel, em Linda-a-Velha. A quem pretende visitar estes cenários, espera-lhes complexidade, trabalho de equipa e alguma criatividade e raciocínio para avançar de sala até à saída final. “A Prisão de Bogotá” foi o jogo escolhido para iniciar esta experiência, que promete uma aventura intensa, mas uma grande satisfação ao terminar antes que o relógio marque 00:00, bem como a curiosidade de experimentar as restantes histórias (estamos nesse processo).

Salas, passagens secretas, códigos, cadeados e vários truques, é tudo o que vos espera e o que o Scapers promete a quem se aventura. Os preços por grupo são de 80€ – 5 pessoas – e existem vários horários, todos os dias da semana, por isso não existem desculpas!

Visitem o site e conheçam a história do projeto.

a-jogada-de-lisboa (1)a-jogada-de-lisboa

Texto: Ana Suzel
Fotografia: Direitos Reservados