1918 Views |  1

Pauliana Valente Pimentel – The behaviour of being

A exposição composta por 19 fotografias que Pauliana Valente Pimentel (1975) apresenta, até 5 de março, na Galeria das Salgadeiras, intitula-se “The behaviour of being” e resultou de uma residência que partilhou durante o verão do ano passado, com mais doze artistas de distintas nacionalidades, no cenário idílico de Castro Marim.
Para Pauliana essa experiência representou um regresso a esse Algarve profundo e rural, quase intocado, pouco habitado e pouco corrompido pelo turismo, onde a natureza é tão inóspita que a faz lembrar África (um dos destinos das suas múltiplas viagens, um vício antigo). Este é, definitivamente, um dos seus locais de eleição, regressando a ele todos os anos. Mas desta vez tudo foi diferente porque foi acompanhada por artistas mais novos que exploram diferentes linguagens (são escritores, performares, pintores…).
Total liberdade criativa foi um dos pressupostos deste encontro em que Pauliana decidiu não só registar a natureza (que a fascina) como os companheiros deste processo artístico (num registo que se afastou do documental). Foi retratando aqueles com quem sentiu maior empatia, conquistando a sua intimidade e fazendo-os esquecer da presença da câmara (recusa o recurso ao tripé, ao flash e ao zoom) porque acredita que, apanhando-os desprevenidos, capta-os na sua essência.
Experiência de liberdade, autenticidade e partilha; interessou-lhe mais uma vez registar a beleza das pessoas com as quais precisa de se ligar para as fotografar, sobretudo em momentos de pausa, momentos suspensos que pertencem a um tempo indeterminado. A residência proporcionou-lhe, precisamente, a possibilidade da contemplação e do silêncio, bem como a consciência de que o tempo é um dos nossos bens mais preciosos. Permitiu-lhe pensar sobre a sua forma de ver o mundo, em particular a juventude, regressando a esta temática abordada em “Jovens de Atenas” e “The Passenger” (série distinguida pela SPA como o Melhor Trabalho de Fotografia em 2015).
Tendo recorrido ao digital e ao analógico, estas fotografias de carácter intimista, em que se nota a influência da pintura ao nível da composição, são também reflexões sobre o que é ser jovem e artista no mundo atual, pautado por crises diversas. Pauliana apercebe-se que as coisas estão a mudar e, por isso, sente-se intrigada e curiosa. Questiona-se: como vamos sobreviver a tudo isto?
Vejam o vídeo e, sobretudo, não deixem de visitar a exposição.





1. Jennifer looking at the sea


Jennifer looking the sea, 2015, Inkjet print on Epson Fine Art 55 x 82,5 cm


PIP_BEEKEEPERS_062015_386


Getting inspiration, 2015, Inkjet print on Epson Fine Art, 55 x 82,5 cm


PIP_BEEKEEPERS_062015_168


Henrique and the mouse, 2015, Inkjet print on Epson Fine Art, 55 x 82,5 cm


Edição e texto: Cristina Campos
Vídeo: Beatriz Pereira
Fotografia: Beatriz Pereira e Pauliana Valente Pimentel