630 Visualizações |  Gosto

Slash Creative Hair Studio: mais do que um cabeleireiro, uma experiência

Entramos pela primeira vez no Slash Creative Hair Studio esta semana e ficamos impressionados. À primeira vista, quando se entra, o espaço cativa-nos pela decoração, pela diferença e conceito. Claro que, num olhar mais atento, lá vemos estão as cadeiras para os clientes arranjarem o cabelo, os expositores com os produtos e o ambiente de que aqui, os cabelos são cuidados de forma personalizada, cuidada e que o resultado sai pela porta acompanhado de um sorriso.

 

DSCF7186-Editar

“Já tivemos aqui tatuadores, já tivemos senhoras a fazer um evento de tricot, já tivemos aqui uma venda de roupa em segunda mão. Não somos apenas um cabeleireiro, somos um espaço onde as pessoas podem ter mais do que um cabelo arranjado” diz a Art Director do espaço, Olga Ferreira-Hilário, enquanto explica o conceito do nome “Slash” – como sendo a famosa barra que hoje divide as várias funções de uma pessoa ou espaço.

As cadeiras para os clientes estão dispostas em pequenas ilhas, criando um ambiente mais intimista e fora do comum, de forma a que não estejam lado a lado e próximos uns aos outros. Existe um mural no espaço – algo que salta à vista mal se entra no Slash – que é da autoria da artista Tamara Alves, tendo sido recentemente alterada, para celebrar o aniversário do salão. Aqui existe também um estúdio fotográfico, uma casa de banho com paredes de ardósia para que os clientes possam deixar as suas mensagens e ainda um espaço com mesas, num recanto mais privado, que permite a qualquer pessoa trabalhar enquanto espera – por exemplo durante o processo de cor.

Sobre o Natal e os looks para esta época, “são sempre lançados dois específicos, geralmente looks de festa, sempre mais glamourosos e que acabam por ser mais comerciais e de encontro às necessidades dos clientes”. Questionámos ainda quais seriam as tendências para o ano seguinte e a resposta foi rápida: “geralmente no início do ano é sempre altura de mudança. Passámos um ano em que as tendências eram os platinados e os loiros, e as pessoas já estão cansadas desse look e estão a começar a voltar para os castanhos. Penso que o início de 2018 vai estar muito na onda dos loiros com castanhos para começar aos poucos a escurecer de novo o cabelo”.

Numa área mais de moda, as tendências irão manter-se nas cores fantasia – quanto mais pastel melhor –  destacando o tom peach e o lilás. Ao nível dos cortes, 2018 vai ser um ano essencialmente de cabelos curtos, não muito diferente de 2017, onde o long bob foi o grande destaque e, nos tons, o cinza.

Numa época em que o cabelo descolorado é cada vez mais frequente, questionamos a responsável do espaço sobre quais os truques e cuidados a manter para o cabelo continuar saudável. Óleo de coco foi a primeira resposta: em casa, um dos seus truques favoritos é o óleo de coco, passando este produto por todo o cabelo à noite, dormir e de manhã lavar e hidratar. Para além dos cremes, é importante usar sempre máscara em vez do amaciador e para quem tem cinzas ou platinados o ideal é utilizar produtos que tenham o pigmento violeta, que ajudam a ‘desamarelar’.

Vejam algumas fotos do espaço e não deixem de passar no número 87A da rua D. Estefânia, marcar uma consulta (gratuita) e fazer uma transformação para entrar em grande estilo no próximo Ano!

Texto: Ana Suzel
Fotografia: Alexandre Murtinheira