842 Visualizações |  Gosto

“Riverdale”: um (guilty) pleasure em forma de série

A Netflix e o canal americano The CW chegaram a um acordo que permite que várias séries cheguem rapidamente à plataforma de streaming, como por exemplo: Frequency, No Tomorrow, Riverdale, bem como as bem sucedidas adaptações de banda desenhada da DC Comics como Legends of Tomorrow, Super Girl, Arrow e Flash, e ainda Jane the Virgin e Crazy Ex-Girlfriend – a lista continua com The Vampire Diaries, The 100, iZombie, The Originals e Reign. Tudo isto começou com a temporada de televisão de 2016-2017.

No caso de Riverdale, a Netflix pegou nesta série, em exclusivo, para a ter disponível em certas regiões à volta do mundo numa base semanal. Portugal está incluído, felizmente.
Esta série, que começou a ser transmitida nos Estados Unidos no dia 26 de Janeiro (na CW), verá cada episódio que é transmitido na televisão a estar também disponível na plataforma de streaming na manhã seguinte e o primeiro já está disponível.

Riverdale é uma adaptações da banda desenhada de Archie Comics, que normalmente inclui um triângulo amoroso entre o ingénuo Archie e Betty e Veronica. Esta versão foca-se na cidade onde estes habitam e muda um pouco o mundo salutar e naive de Archie para algo bem mais CW-esco: com segredos, dramas familiares, podridão escondida nos recantos mais aparentemente pacatos do interior americano – isto, claro, cheio de atores extremamente bem parecidos e muita tensão sexual.

Chapter One: The River's Edge

A série conta com K.J. Apa como Archie Andrews, Lile Reinhart como Betty Cooper, Camila Mendes como Veronica Lodge, Cole Sprouse como Jughead Jones, Casey Cott como Kevin Keller e Madelaine Petsch como Cheryl Blossom. E ainda! Mädchen Amick como mãe de Betty, Alice Cooper, e Luke Perry como pai de Archie Andrews, Fred Andrews.

Para quem conhece os comics e as personagens, vai reparar que há diferenças bem para lá dos abdominais de Archie. No primeiro episódio, Betty e Veronica ficam amigas, Cheryl e o seu irmão Jason são parte do mistério central de Riverdale e apresentados como pessoas ruins, e Jughead é o narrador e parece estar um pouco à parte do centro da narrativa. Ao mesmo tempo, há um twist (para além da amizade de Betty e Veronica) no triângulo amoroso característico desta banda desenhada.
Agora é só ver o piloto e esperar pelo próximo episódio.

Texto: Ana Cabral Martins
Imagem: Direitos Reservados