315 Visualizações |  Gosto

Piscinas cheias mas vazias

O ambiente nas piscinas parece ser algo que os fotógrafos gostam de explorar e o resultado pode ser visto no trabalho da fotógrafa eslovaca Maria Svarbova.

É na série “Swimming Pool” a fotógrafa capta reflexões e posições dos nadadores e replica a imagem, criando um efeito de simetria e repetição que cria no espectador uma ilusão de ótica. As cores vibrantes dos fatos de banho dos nadadores combinam com o azul tipicamente conhecido das piscinas interiores de natação, em retratos onde estas se encontram vazias e apenas existe a presença de alguém fora de água.

Embora as imagens sejam à primeira vista animadas, pela escolha de cores, a artista continua a trabalhar os seus conceitos humanos e a dualidade entre o útil e o inútil. A olhar mais pormenorizadamente, podemos observar que cada rosto não tem expressão, que apesar de parecerem diversas pessoas é apenas uma replicada, indo de encontro ao conceito da solidão que já é apresentada pelos espaços vazios – desde as próprias piscinas aos cacifos.

Vejam aqui algumas imagens:

maria-svarbova-swimming-pool-photography-1maria-svarbova-swimming-pool-photography-3maria-svarbova-swimming-pool-photography-4maria-svarbova-swimming-pool-photography-5maria-svarbova-swimming-pool-photography-6maria-svarbova-swimming-pool-photography-9

Texto: Magnética Magazine
Fotografia: Direitos Reservados

Etiquetas

#arte #fotografia