211 Visualizações |  Gosto

Parthenon of Books: um monumento de livros proibidos

Na cidade alemã de Kassel, a artista argentina Marta Minujin criou uma réplica arquitetónica em grande escala, do Parthenon de Atenas, como forma de declaração sobre a censura e proibição de certos livros e perseguição dos seus autores.

O monumento conta com 100 000 livros proibidos em todo o mundo, recolhidos através de doações públicas. O local escolhido para a estrutura foi no Friedrichsplatz, um parque onde milhares de livros foram queimados durante os anos 30.

O “Parthenon of Books” foi criado no âmbito do Documenta 14, um festival de arte que ocorreu na Alemanha e na Grécia, este ano. Todas as publicações foram protegidas em embalagens de plástico e colocadas nas colunas e estrutura de todo o monumento. O resultado está à vista:

marta-minujin-the-parthenon-of-books-documenta-14-designboom-03marta-minujin-the-parthenon-of-books-documenta-14-designboom-04marta-minujin-the-parthenon-of-books-documenta-14-designboom-05marta-minujin-the-parthenon-of-books-documenta-14-designboom-06

Texto: Ana Suzel
Fotografia: Direitos Reservados