488 Visualizações |  Gosto

“Novíssima Poesia Brasileira” nos Poetas do Povo (de hoje a oito)

Descrita como a “primeira antologia publicada em Portugal da novíssima poesia brasileira”, com poemas de 18 autores e 25 textos inéditos, Naquela Língua (Cem Poemas e Alguns mais): Antologia da novíssima poesia brasileira, editada este mês pela Elsinore, vai ser apresentada no dia 6 de fevereiro, no restaurante/bar, em Lisboa. A sessão vai ser apresentada por Nuno Miguel Guedes e contará com a participação de Joana Bértholo, Luca Argel, Mariano Marovatto, Raquel Marinho e Viton Araújo, na leitura de poemas do livro, e João Silveira, na música.

Nas primeiras páginas da antologia, Francisco José Viegas, responsável pela seleção e organização do volume, sublinha a importância desta obra: “Estas seletas de poesia, que já prometeram salvar a nossa vida e nos levaram a revisitar o mar, desafiam-nos agora a atravessá-lo em busca de outros versos escritos na nossa língua. É mar alteroso e profundo para a poesia — que cada vez tem mais dificuldade em sair de circuitos reduzidos e fechados. Este tipo de obras, que reúnem e divulgam autores que, de outra forma, teriam muita dificuldade em chegar às estantes portuguesas, têm, também por isso, um papel importante”, escreve o jornalista, escritor e editor português.

Sobre a escolha dos autores e poemas aqui contemplados, Francisco José Viegas explica: “Não há aqui qualquer tentativa de catalogação dos autores por temas ou escolas: é tão-só uma mostra de quase duas dezenas de poetas com obra publicada exclusivamente no século XXI”.

Texto: Magnética Magazine
Fotografia: Direitos Reservados