614 Visualizações |  Gosto

Nasa e Lana Del Rey a explorar o espaço

Esta semana foi dedicada a explorar o espaço e não há nada melhor do que ligar boas notícias a explorações estéticas relevantes.
Por um lado, Lana Del Rey deu-nos uma incrivelmente bonita viagem espacial vintage e, por outro, a Nasa anunciou (ontem, 23 de fevereiro) a descoberta de sete planetas semelhantes à Terra a orbitar uma estrela chamada Trappist-1, que está a cerca de 39 anos-luz de distância.

Três dos planetas no sistema Trappist-1 estão na “zona habitável”, perto (e longe) o suficiente da estrela de modo a terem água nas suas superfícies. Esta descoberta da Nasa galvanizou a comunidade de astronomia devido às implicações que tem no sentido de busca por vida para além do sistema solar.

16708335_10212139560305561_1410022676998785975_n

☼ ☼ ☼ ☼ ☼ ☼ ☼

Já Lana Del Rey lançou o single “Love”, uma canção que faz parte de um álbum que sairá mais à frente (ainda não há data) no ano. Este vídeo realizado por Rich Lee mostra-nos um lado diferente da estética vintage de Lana Del Rey. Já tendo expresso uma admiração por Elon Musk e pelo avanço da tecnologia no sentido de o ser humano conseguir explorar o espaço. Neste vídeo, os habituais símbolos de Lana Del Rey atingem dimensões cósmicas e ver a passagem do preto-e-branco para a cor é possivelmente um dos momentos mais bem realizados da artista que coloca a sua estética de forma tão central na sua arte.

To infinity and beyond!

mgid-ao-image-mtv

Texto: Ana Cabral Martins
Imagens e vídeos: Direitos Reservados