374 Visualizações |  Gosto

Witches Brew

Fizeram da pintura, ilustração, vídeo e instalação artística a fórmula para unir gentes no espaço da antiga escola da Rua das Gaivotas. Poções de um reconfortante visual combinaram-se num imaginário democrático onde o género foi um argumento, e triunfaram, sem receios, num contexto sem merdas.

Sob a curadoria de Isac Ace, Kruella D’Enfer, Wasted Rita, Lizzie Joyce Pearl, Marta Monteiro, Kathy Ager, Maria Imaginário, Mariana a Miserável e Distorted Vision, floresceram por entre elementos de surrealismo, experimentação, dor ou celebração da mulher, que facilmente monopolizavam os sentidos.

Contudo, reduzir a mostra às potencialidades do talento no feminino é, se não limitador, errado. Isto porque as peças gritam mais do que sensibilidade, e a delicadeza, ainda que presente, vestiu-se de força. 

Witches Brew é, por isso, um exercício estético de afirmação. A procura de um espaço acolhedor não à ideia mas à realidade palpável da mulher moderna e da forma como esta encontra no mundo as suas vitórias.

Texto: Tiago Neto
Fotografia: Alexandre Murtinheira