609 Visualizações |  Gosto

Antecipar o cinema de 2017

2017 está praticamente a bater à porta e, porque a roda nunca pára de rodar, haverá novos filmes a estrear. Vamos antecipar o cinema do próximo ano? Há filmes potencialmente hilariantes, outros controversos, outros imperdíveis, quer por quem entra quer por quem faz. Esta é apenas uma seleção de seis, mas podem ver outros trailers de outros filmes que estarão a brotar em 2017 aqui e aqui.

Arsenal
Porque é que estamos a falar deste filme ou sequer a antecipá-lo? Porque entra Nicolas Cage. Mas essa não é a única razão. É mais complexo que isso. Este filme de Steven C. Miller funciona como uma espécie de sequela secreta a uma filme de 1993, em que Cage também entra, chamado Deadfall. Em ambos os filmes, ele encarna o mesmo personagem: Eddie. Eddie tem uma peruca hilariante em Arsenal. Mas a melhor parte? O personagem de Eddie morreu em Deadfall, portanto este filme acabou de ganhar contornos de “imperdível”. Deus abençoe Nicolas Cage.




John Wick: Chapter 2
Em 2014 saiu saiu o filme John Wick e o mundo nunca mais foi o mesmo. Primeiro, Keanu Reeves voltou ao auge do seu estrelato enquanto ator que faz melhor que ninguém “ação de poucas palavras”. Segundo, descobrimos Chad Stahelski e David Leitch, os realizadores deste filme que começaram as suas carreiras como realizadores de segunda unidade (os que filmam coisas que não envolvem o elenco principal) e coordenadores de duplos. Outro detalhe interessante? Eva Longoria (Donas de Casa Desesperadas) produziu este filme. A história do (agora) primeiro capítulo envolvia a morte de um cão que precipitava o titular John Wick a retornar à sua vida de assassino profissional à procura de vingança. Se esta não é a melhor sinopse de sempre, não sei qual será. No segundo capítulo, um novamente reformado Wick é forçado a voltar – a Itália – para ajudar um associado a quem deve um favor. E agora é ver o trailer que tem tudo o que é preciso para convencer os menos entusiasmados por filmes de ação.



A Cure for Wellness
O retorno em força de Gore Verbinski (The Ring) ao género do horror. Desta vez, vamos seguir a personagem de Dane DeHaan que é enviado para trazer de volta o CEO da sua empresa, de momento a descansar num idílico mas misterioso “centro de bem-estar” num local remoto nos Alpes suíços. Suspeitando imediatamente que algo de errado se passa e que os tratamentos milagrosos do spa não são o que parecem, começa a tentar desvendar os segredos aterrorizantes deste centro. A sua sanidade é testada quando lhe é diagnosticada a mesma doença que mantém todos os pacientes ansiosos pela “cura”. #medo



Get Out
Se não viram Key and Peele, não sei como vos posso ajudar, excepto dizendo para, por favor, verem. Jordan Peele é um dos génios e heróis que escreviam e atuavam nesta série de sketches que, entretanto, terminou. No entanto, continuam em força. Depois de um excelente Keanu (vejam o trailer, não se vão arrepender), Jordan Peele realiza este filme que se foca no racismo pelo ponto de vista de um filme de terror que será, ao mesmo tempo e por ser de Peele, hilariante. Tentará caminhar essa difícil linha entre assustar e fazer rir, uma linha atravessada com um sucesso invejável por The Visit.



Ghost in the Shell
Baseado no manga japonês de Masamune Shirow, a adaptação cinematográfica americana de Ghost in the Shell de Rupert Sanders é interpretada por Scarlett Johansson (Major) – uma decisão que causou muita controvérsia por tornar uma personagem asiática numa personagem caucasiana através da escolha da atriz – uma polícia humano-cyborg. Enquanto procura descobrir quem foi, ela lidera a Section 9, tentando capturar um criminoso cibernético cujo objetivo é sabotar a tecnologia de inteligência artifical de Hanka Robotic. Michael Pitt (Dreamers, Funny Games) também entra e, apesar de mas sem esquecer a controvérsia, o filme parece ter uma aspecto fantástico.



Dunkirk
Quando Christopher Nolan (Inception, trilogia Dark Knight) faz um filme, presta-se atenção. Este será uma representação da famosa Batalha de Dunkirk, que envolveu uma evacuação de tropas Aliadas, e inclui protagonistas como Kenneth Branagh, Tom Hardy, Cillian Murphy, Mark Rylance e Harry Styles(!), formerly dos One Direction. O filme foi filmado em 65mm IMAX, um formato arrebatador.



Texto: Ana Cabral Martins
Imagens: Direitos Reservados